quinta-feira, 23 de julho de 2009

Impressões Pan-americanas

Em 2007, Curitiba apontava como um forte centro de debate sobre literatura. Nesse ano, conseguimos realizar aos menos dois eventos que apontavam para a internacionalização do diálogo a partir de uma cidade que pouco ou quase nada dialoga com o resto do país e do mundo quando o assunto é literatura. Tivemos em 2007 duas esperanças. O Impressões Pan-americanas e o Curitiba Literária. Quem sabe uma hora, um dia desses, levantem de suas sepulturas para tirar o tom fúnebre que paira sobre o nosso debate intelectual sobre literatura...
Por ora, deixo a entrevista que concedi à revista Cult por ocasião da realização do Impressões.
Isso, para que as impressões não se apaguem, nem a memória literária de uma cidade quase sem memória literária.

http://revistacult.uol.com.br/website/site.asp?edtCode=040CB0D3-CEE3-41F2-9818-2C00A2B3A661&nwsCode=7AAB5990-F736-48C5-9C1E-2B57281EDC38

Sofrer  degolas  diárias  nos  faz  criar  cada  vez  mais  artérias. Nunca  tem  fim. A  vida  é  vermelha. A  crueldade é  branca. O  azul...